Pesquisando...
27/05/2011

Anos de concetraçao


Anos de Concentração


A história da Horda está ficando cada vez mais interessante e neste ponto é realmente curioso saber como a Horda acabou ficando como é nos dias de hoje. E estamos quase chegando lá! Muitos eventos aconteceram durante os Anos de Concentração, entre eles o surgimento do Lich King.
Enquanto os humanos perseguiam o grupo restante de Kilrogg, Gul'dan liderou o resto de seu clã até a Tumba de Sargera, não querendo mais esperar para chamar seu deus. Ali, ele liberou os demônios de dentro da tumba e uma poderosa batalha aconteceu, resultando na morte de Gul'dan. Não se sabe ao certo qual demônio tomou a vida do warlock, mas somente alguns de seu clã que sobreviveram para contar a história. Gul'dan nunca encontrou o Olho de Sargeras, o mundo teria se destruído se isso acontecesse.
Kilrogg Deadeye, o último orc herói da Segunda Guerra, liderou seu povo para outro portal para Draenor. Os orcs coletaram vários artefatos para sumonar o portal para sua fuga. A Aliança, com medo que a Horda retornasse mais tarde em grande número, enviou alguns de seus mais bravos heróis para seguir Kilrogg pelo portal. Com a Aliança em seu encalço o Clã Bleeding Hollow (Buraco Sangrento) reuniu com os orcs que ficaram em Darenor, e estes os abraçaram para uma nova batalha.
Kilrogg descobriu que os orcs de Draenor estavam sobre controle de Ner'zhul, o antigo shaman que rejeito Kil'jaeden. Muitos clãs antigos ainda eram fortes em Draenor, e os humanos se viram em desvantagem numérica. Ner'zhul foi rápido em colocar a experiência de Kilrogg em bom uso, e eles coordenaram as melhores táticas possíveis para derrotar os humanos.
A luta em Draenor não havia tido tempo de acabar e Ner'zhul já havia feito uma decisão inesperada que iria mudar o curso da história. O xamã não achava mais que Azeroth ou Draenor eram boas o suficiente para seu povo, então ele usou seu imenso poder para abrir um outro portal, e outro, e outro, e mais outro… cada um para um mundo diferente… cada um que destruía cada vez mais Draenor. Ele não percebeu que Draenor não podia aguentar todos aqueles portais de uma vez. O mundo então começou a partir no meio.
Khadgar e os humanos que seguiram os orcs pelo portal acharam que era até vantajoso de início, até que perceberam que se Draenor explodisse, a explosão poderia passar pelo portal e atingir Azeroth. Os humanos então montaram um acampamento no último portal de volta para Azeroth e defenderam ele com suas vidas – não para proteger o portal, mas para defender Khadgar enquanto ele preparava uma magia para destroir ele. Quase todos os humanos foram mortos quando os orcs atacaram com todo seu poderio os pequeno grupo, mas suas vidas deram tempo suficiente pro arquimago tempo suficiente para terminar a magia e destruir o portal. Sem nenhum mundo conhecido para voltar, orcs e humanos fugiram para um portal qualquer, alguns falharam e morreram na explosão que queimou Draenor. O que restou da terra natal dos orcs, foi só um continente arrasado, formado por pedras vermelhas flutuantes no Twisting Nether, com somente algumas espécies sobreviventes – a maioria delas horrivelmente modificadas. Em uma das passagens pelo portal, Kil'jaeden capturou Ner'zhul, que teve sua forma mortal destruída e seu espírito foi transformado no espectro de Lich King.
Muitos orcs conseguiram passar pelo portal para Azeroth antes mesmo que o grupo de Khadgar definisse o perímetro defensivo, entre eles estava Grom Hellscream, que trouxe grande parte do clã Warsong (Canto de Guerra) pelo portal. O clã Warsong virou um incômodo para os humanos, que haviam colocado a maioria dos orcs restantes em campos de concentração ao invés de simplismente matá-los.
Enquanto isso, a família de um dos servos do Lorde Aedelas Blackmoore cuidou de Thrall pelos primeiros anos de suas Hellscream 2vidas. Esses anos transitórios foram mais amáveis para Thrall do que seriam os próximos, a jovem filha dos servos criou uma amizade com ele e começou a tratá-lo como um irmão mais novo. Seu nome era Taretha, e ela era a coisa mais perto de família que Thrall já tinha tido. Infelizmente, Thrall foi separado da família de servos assim que já era velho o suficiente para começar seu treino escola, e até mesmo isso foi rápido, ele precisava aprender o básico de como ler antes de seu treinamento militar. No início, Blackmoore queria usar Thrall como um gladiador, mas mais tarde ele criou um plano muito mais maligno que tinha como objetivo ter o controle sobre a Aliança.
Enquanto o jovem Thrall treinava, Grom Hellscream lutava em sua guerrilha e Doomhammer escapava de Terenas Menethil II. De início, Doomhammer não se uniu aos clãs rebeldes, ao invés disso, virou um eremita e gastou seus dias em contemplação. Muitos guerreiros não estavam dispostos a abandonar a luta, mas também não tinham a força para reunir os fragmentos da Horda. As partidas de Thrall ficaram cada vez mais brutais, até que um dia sua "irmã" ajudou ele a escapar.
Inicialmente ele procurou os campos de concentração, sendo capturado. Observando eles de dentro ele descobriu que seria muito simples escapar. Os orcs tinham caído em um estado deplorável de apatia, poucos resistiam à prisão. Thrall investigou e com o tempo descobriu o lendário Grom Hellscream. Depois de provar sua lealdade à Grom, Thrall aprendeu que os orcs estavam em desvantagem, eles só haviam crescido por causa das mágicas dos demônios escritos por Gul'dan e seus servos. Grom também contou a Thrall sobre o verdadeiro clã de Thrall, os Frostwolves.
Nessa empreitada Thrall quase morreu de frio, e todos do clã ficaram surpresos ao estarem reunidos com seu chefe. Os Frostwolves, agora liderados pelo xamã Drek'Thar, testou Thrall antes dele ser aceito no clã. Depois de provar, Thrall treinou como xamã.
Um dia, um guerreiro encapuzado vagou pelo campo e os Frostwolves deram hospitalidade para ele. Thrall não gostou e achou que o guerreiro estava insultado ele e seu clã e o desafiou o viajante. Os orcs ficaram surpresos ao verem o rosto do viajante quando este tirou o capuz e revelou sua enorme maça de prata negra, mas isso não abalou Thrall que não sabia quem estava enfrentando, e derrotou o andarilho em um duelo rápido. O guerreiro riu e revelou que era Orgrim Doomhammer, warchief da Horda.
Orgrimm elegeu Thrall como seu vice, e juntos planejaram o ataque aos campos humanos e ensinaram novamente para seus irmão a como lutar. Os dois, juntos de Grom, lideraram os orcs na libertação dos prisioneiros de guerra. Blackmoore caçou Thrall por todo esse tempo, até que finalmente Thrall jogou sua crescente Horda contra as forças de Blackmoore na Fortaleza de Durnholde, e derrotou ele. Mas essa batalha teve um preço, no meio da luta Orgrim Doomhammer foi morto e Thrall tomou seu lugar como Warchief da Horda.
Reunida, agora nada poderia parar a Horda. Com Thrall na liderança a Horda passaria agora pelos eventos mais recentes, que você confere semana que vem, no próximo capítulo dessa série!

0 comentários:

Postar um comentário

 
Back to top!