Pesquisando...
31/05/2011

Regime sem educação

A expansão Cataclysm trouxe uma novidade que agradou a todos, o Flight Master’ s License, que permite o uso de fly mounts em Eastern Kingdoms e Kalimdor. Mas essa mudança, junto com a retirada dos portais
de Dalaran, além da inclusão de portais para áreas da expansão em
Stormwind e Orgrimmar, fez com que o número de players nessas
cidades aumentasse, e agora não somente com mounts terrestres, mas
também fly mounts, dragões gigantescos que ocupam um espaço enorme
nas áreas comuns, causando transtornos de visibilidade e interação. Esses transtornos poderiam ser evitados com um pouco de educação,
aquela consciência que te faz por exemplo, não colocar a sua bolsa no colo
de alguém no metrô, ou deitar por cima dele. Mas no ambiente do jogo não
funciona assim, os players descem com suas fly mounts, continuam
montados nelas e vão fazer as coisas que lhe interessam, como se todos
fossem npc’ s e ele o único jogador online. Isso quando não se posicionam, deliberadamente, em pontos chaves de interação, como as mailboxes, na
base do puro espírito de porco.
Na minha opinião, deveriam ter áreas nas cidades para subir em
montarias, que seriam como estábulos. Para as fly mounts poderiam
colocar áreas de pouso em cima de algumas construções em pontos-
chave, e escadas para que o player pudesse descer sem tomar dano. Não
faz sentido pra mim as pessoas montadas nas cidades, mas entendo que
tudo no jogo tem sido feito pra diminuir o tempo gasto pra realizar as tarefas mais simples. Isso faz com que mais pessoas com menos tempo
disponível joguem, mas reduz e muito, o ambiente rpg do jogo. Mas nem precisaria de um sistema mais elaborado que impedisse as
pessoas de montar, e sim de consciência por parte delas. Não é legal ter que ficar catando um ponto livre na tela, com o mouse, pra interagir com
algum recurso, porque alguém decidiu que todo o espaço é dele.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Back to top!