Pesquisando...
10/10/2011

História de Warcraft- A Árvore do mundo e as Tribos

 

A Árvore do Mundo

Os elfos reconstruíram as suas casas ao redor do monte Hyjal, sempre em busca da harmonia com a natureza.
9.000 anos antes da Primera Guerra de Azeroth, os dragões sobreviventes surgiram novamente. Alexstrasza, Ysera, Malygos e Nozdormu chegaram as terras dos druidas e encontraram-se com Malfurion que se tinha tornado Shan-do (archidruida). Malfurion recebeu os dragões e falou com eles sobre a nova Fonte da Eternidade. Os dragões estavam alarmados e deduziram que esta nova Fonte atrairia novamente a Legião Flamejante. Malfurion e os Quatro Aspectos decidiram fazer algo, e os quatro dragões deram parte do poder deles para criar o DemonSoul cujos poderes infligiriam dano à Legião Flamejante no caso de um novo ataque. Porém, Neltharion, o Dragão Negro, não deu nada do seu poder, e permaneceu como o mais poderoso dos dragões.

Alexstrasza plantou uma semente no fundo da Fonte. Ativada pela magia das águas, a semente tornou-se uma imensa árvore que absorveu todas as águas da Fonte. Esta nova árvore simbolizaria a união dos Elfos Noturnos com a natureza. A árvore recebeu o nome de Nordrassil . Nozdormu armou a Grande Árvore para prover os elfos de imortalidade e Ysera conectou a Árvore com o seu Reino onírico, o Sonho Esmeralda. Desta forma regularia o avanço da natureza e a evolução do mundo.
Os Elfos Noturnos druidas, incluíndo Malfurion, uniram-se a Ysera no Sonho Esmeralda, e fizeram-no de bom grado, apesar de saberem que perderiam grande tempo das vidas deles durante a hibernação.

As Tribos

Embora os Kaldorei tenham alcançado um grande conhecimento, eles só mais tarde se encontraram com outras culturas inteligentes. Muito antes do colapso da primeira Fonte da Eternidade, no leste surgiu uma cultura que criou um imenso império. Mil anos antes dos Kaldorei aparecerem, dois impérios enfrentaram-se. Existiam duas Tribos nas terras do norte onde depois seria chamada de Lordaeron : a Tribo Gurubashi e a Tribo Amani que construiu Zul'Aman . Suspeita-se que ambas as tribos tenham vindo do vale de Stranglethorn.
Embora fossem todos Trolls, eles não se tratavam com muita condolência. Porém, tiveram que se unir contra os insetos do Império Azi'Aqir que destruiam tudo aquilo que não fosse insetóide. Finalmente os insetos foram neutralizados em Azjol'Nerub, para o norte, e em Anh'Qiraj, para o sul.
Algumas Tribos acharam a Fonte da Eternidade e usaram-na para os próprios fins (é possível que os Kaldorei descendam dessas Tribos). Os Elfos e os Trolls enfrentaram-se várias vezes, mas no fim os elfos expulsaram as tribos.
Os Trolls da Floresta adoravam Hakkar, um deus violento. Hakkar exigia as almas das crianças troll. Alguns Trolls recusaram isto e pararam de adorá-lo, causando a sua raiva. Só a tribo Atal'Ai continuou a adorar Hakkar. Por esse motivo os Gurubashi expulsaram-nos e foram forçados a emigrar para o Pântano das Lamentações, entrando numa guerra tribal.
As tribos Skullspliter e de Darkspear lutaram até a morte pelo domínio. A superioridade do Skullspliter forçou os Darkspear a abandonar o continente. Exílados, foram para uma ilha do Grande Mar que eles habitaram dali em diante.
Enquanto os Elfos reconstruíam as vidas deles ao redor do monte Hyjal, os Atal'Ai continuaram com a adoração de Hakkar. Esta ameaça alertou Ysera que enviou uma de suas crianças, Eranikus, para os advertir do perigo, mas os feiticeiros Atal'Ai estavam obstinados em invocar Hakkar. Então Ysera apareceu diante dos Atal'Ai e afundou a fortaleza deles, formando a Sepultura das Lágrimas. Hakkar vingou-se corrompendo Ysera com o seu poder. Os Grandes Aspectos, temendo perder outro dos irmãos, limitaram Ysera no Sonho Esmeralda para evitar que a corrupção se espalhasse e pediram aos druidas que mergulhassem no Sonho Esmeralda, pois Ysera necessitava de apoio.
Neltharion vendo a oportunidade, se aproveitou da situação e usou a DemonSoul para destruir os Dragões Azuis. Malygos, só e sem herança, viajou para o gélido continente de Northrend e fez um cemitério para as suas crianças, o Dragonblight . Levou consigo Sapphiron, o seu servo sobrevivente, e deu-lhe a missao de vigiar o Dragonblight.
Alexstrasza, ciente do uso feito por Neltharion da DemonSoul, escondeu-a nas profundezas das montanhas de Khaz Modan.
Continua em O exílio do Quel Doreis e as Sentinelas

0 comentários:

Postar um comentário

 
Back to top!